• expolucas@gmail.com

Arquivo do autor

Lançada a Expolucas 2019 com 4 shows confirmados, rodeio e sorteio de prêmios

Foi lançada hoje, de forma oficial, a Expolucas 2019 que comemora os 31 anos de Lucas do Rio Verde. O evento terá shows com Wesley Safadão, Cleber e Cauan, Eduardo Costa e Cesar Menotti e Fabiano e acontecerá entre os dias 1 a 5 de agosto.

O presidente da Comissão Organizadora, Jaime Binsfeld, disse que a diretoria vem se reunindo e tomou o cuidado de definir uma grade de shows que agradasse o público, mantendo o bom nível obtido em 2018. “A gente sempre tem opiniões sobre quem pode vir e quem não veio pra Expolucas e nós discutimos isso e creio que chegou em uma grade que pode ser considerada bem interessante pra comemorarmos a Expolucas”, pontuou.

No próximo dia 22 começam a ser vendidas as cartelas para a Expolucas. O primeiro lote promocional (de 1 mil cartelas) será vendido a R$ 50. A partir do dia 25, o segundo lote estará disponível por R$ 60 até o final de junho. De julho até o dia da festa as cartelas custarão R$ 80. Também no dia 22, a diretoria fará o primeiro grande ato público para marcar o evento, com o adesivamento de 100 veículos com a marca Expolucas e as atrações do evento. A medida, já iniciada no ano passado, agradou e foi mantida. O ato de adesivamento acontecerá na Praça dos Migrantes. Os donos dos veículos adesivados ganharão uma cartela para o evento. “Queremos dar um ‘start’ nessa festa dessa forma, fazendo um grande movimento”.

Camarotes

Binsfeld anunciou que será ampliado o número de camarotes prime, uma novidade da feira em 2018. Esse ano serão 30 camarotes bem próximos ao palco que serão comercializados a R$ 6,5 mil cada um, com direito a dez cartelas. Os demais camarotes vip custarão R$ 4 mil, também incluindo cartelas. “Também informaremos com quem será definida essa comercialização dos camarotes. No ano passado funcionou muito bem a dinâmica  de procurarem os membros da diretoria para adquirir os camarotes”, explicou.

Prêmios em dinheiro

A exemplo de como aconteceu ano passado, a diretoria decidiu por manter a premiação em dinheiro. A cada noite, o público concorrerá a um prêmio de R$ 10 mil. “Entendemos que dinheiro é mais fácil pra você fazer uma divisão igual quando houver mais de um ganhador”, informou o presidente.

Rodeio

A mesma estrutura de rodeio de 2018 será apresentada à comunidade luverdense durante a Expolucas 2019. A equipe de Renato Bavaresco continuará à frente da atração. “A gente gostou bastante da estrutura. Tivemos uma inovação em 2018, se não me falha a memória, foi a primeira vez que tivemos arquibancada coberta”, pontuou Jaime, citando que além da boa acomodação das pessoas, as fotos aéreas registradas por drones dão uma imagem diferenciada. 

Orçamento

A diretoria da Expolucas acredita que o custo da festa deverá girar em torno de R$ 2 milhões, como ocorreu no ano anterior.  Ele acredita que haverá um incremento na receita de até 10% esse ano. “A receita virá do que nós formos buscar de vendas de cartelas, camarotes, patrocinadores. Deixar bem claro que, a exemplo do que aconteceu no ano passado, esse ano não tem recursos vindos de repasses municipal ou de aprovação na Câmara. Nós vamos buscar a forma de viabilizar a festa”, assinalou Binsfeld.

Parque de exposições

Presente à coletiva de imprensa, o prefeito Luiz Binotti disse que o município auxiliará para que a Expolucas seja um sucesso. Ele lembra que o grande investimento para a realização da feira aconteceu no ano passado, quando o parque foi totalmente remodelado. “Foi retirada toda a estrutura que existia. Hoje temos dois pavilhões que comporta dois pavilhões que comportam quase 9 mil pessoas”, enumerou o prefeito, acrescentando que a partir de agora serão poucos investimentos em infraestrutura para atender o evento. “Vamos melhorar cada vez mais. Pouca coisa que falta ajeitar, mas o que for preciso arrumar, por parte da Prefeitura, vamos fazer o que for necessário”.

Visitantes

Em relação a público, em 2018 o parque de exposições recebeu em média 15 mil pessoas por noite. Com base na experiência do ano passado, quando ocorreu o resgate do nome Expolucas e havia algum receio em algumas pessoas em relação ao êxito da festa, a expectativa é de aumento nessa média diária de visitação. “Com a dinâmica, o novo modelo do parque, mais aberto e com mais amplitude, a gente pode pensar em ter um pouco mais otimista e imaginar que pode crescer esse público na casa de 5% a 10%. Nós faremos um trabalho nos municípios vizinhos, pra atrair público, até porque a grade de shows é bastante interessante”, pontuou Binsfeld, lembrando também que em 2018 o tempo de divulgação e preparação da festa foi menor em relação a esse ano.

Fonte: Expresso MT | MT Agora | Cenário MT

admin

Comissão Organizadora apresenta balanço e mostra números favoráveis após Expolucas

Liderada pelo presidente Jaime Binsfeld, a diretoria da Expolucas apresentou na manhã desta terça-feira (14) o balancete financeiro do evento. Os números mostram que a exposição que comemorou os 30 anos de Lucas do Rio Verde superou a expectativa inicial.

Foram vendidas 14.652 cartelas que asseguraram a presença média de público de 16 mil pessoas em cada uma das cinco noites. Foram vendidos ainda 3.257 ingressos avulsos e 475 meia entrada para estudantes ou idosos. A Expolucas 30 anos teve receita bruta de R$ 1.951.750 e despesas na ordem de R$ 1.837.556,24. O resultado líquido final foi de R$ 114.193,76. Esse valor ficará em caixa para a diretoria do próximo evento.

Binsfeld agradeceu aos membros da diretoria que trabalhou para realizar o evento. Ele disse que a repercussão positiva junto à comunidade luverdense mostra que a festa alcançou seu propósito. “Eu saí da festa, na noite do dia 5, com a certeza que isso aconteceu, que nosso objetivo de envolver a comunidade na comemoração dos 30 anos de Lucas do Rio Verde foi alcançado”, celebrou.

Sobre a possibilidade de manter o nome Expolucas para os próximos eventos, Jaime afirmou que é uma decisão a ser avaliada, já que o compromisso assumido foi em realizar a Expolucas 30 anos. O presidente da comissão organizadora ressaltou, entretanto, que o nome ‘Expolucas’, aliado ao empenho da diretoria, do poder público e parceiros na realização do evento facilitaram para que o objetivo fosse alcançado.

Doação
Durante a apresentação do balancete, Jaime falou sobre o apoio da Expolucas no âmbito social. Ele anunciou a doação de um cheque de R$ 10 mil para APAE, cuja entrega foi feita por um dos membros da diretoria ao presidente da APAE, Valdecir Chagas, que também é membro da diretoria. O recurso será usado na construção de um conjunto de salas que vai ampliar a oferta de vagas para a comunidade. “Nós queremos com essa ampliação da escola Renascer, que pelo menos nos próximos cinco anos pela frente não tenhamos mais problema de vagas”, destacou Chagas.

Atualmente a Escola Especial Renascer atende cerca de 200 alunos. Com a ampliação, a unidade poderá atender até 220 alunos.

admin

Organização da Expolucas entrega premiação aos ganhadores do bingo

Foram R$ 100 mil em premiação distribuídos nas cinco noite de festa, R$ 20 mil por noite. Incrivelmente cada noite um única pessoa levou pra casa o prêmio do bingo.

Na primeira noite o ganhador foi Eliel Virgulino Oliveira, mas quem jogou a cartela dele foi Alix Eliagin. A segunda noite o sortudo foi Valmir Silva Santos. Na terceira noite da Expolucas quem levou R$ 20 mil pra casa foi o funcionário da Cooperativa Sicredi, Doglas Rostirolla. Na quarta noite foi a vez da estudante Carla Cristina Soares Avanzini, de 22 anos de idade, e na última noite de festa quem ganhou o prêmio foi Sonia Marly Tofolli de Nardin.

Os vencedores do bingo foram premiados na tarde desta quinta-feira (09) no Parque de Exposição. Cada um levou seu cheque do Sicredi e na mente, certamente um projeto para executar como no caso de Valmir Santos que vai construir o muro de sua casa. Coisa que não conseguiria sem o prêmio da Expolucas.

O Coordenador do Evento Jaime Binsfeld falou com a imprensa e ressaltou que foi uma boa ideia a premiação em dinheiro em vez de veículos como vinha sendo feito.

“Quando você coloca esse tipo de bem e tem mais de um ganhador é difícil a questão do entendimento, depender de vender o bem. E quando você coloca dinheiro você faz rapidamente a divisão das partes. Não foi o caso porque houve um ganhador somente por noite. Então o entendimento desde o começo quando a gente fez a discussão sobre o prêmio ficou certo que o melhor seria dinheiro e acho que a gente realmente acerto. Além disso foi um prêmio bem atrativo. Só a título de comparação eu estive um a noite na exposição em Mutum e a premiação por noite lá foi de R$ 5 mil reais. Então nos distribuímos R$ 100 mil, dinheiro que ficou aqui no município”, destacou.

Vale ressaltar que na próxima terça-feira (14), será apresentado o balanço da festa em forma de prestação de contas à população. O presidente fez questão de adiantar que a festa teve um saldo positivo. Teve mais receita do que despesas e isso deixou bastante feliz toda a comissão organizadora. 

Fonte: Oliveira Neto – Portal da Cidade

admin
Sem categoria